Tasusegada

é o nome da minha "filha mais nova", uma criança simpática, por vezes irrequieta, com morada em http://www.tasusegada.blogspot.com/

Nasceu por aborto espontâneo do vidartística, sinceramente pensei que me tinham apagado isto tudo mas, como nos computadores há sempre uma maneira de dar a volta ao texto, deu-se o milagre da ressurreição! Acontece que agora já não me apetece escrever mais aqui, são coisas que acontecem, a gente apega-se e depois não há maneira e pronto. É um desasossego esta criança, a outra também não obedece, enfim, terei que me resignar e vocês também...
Onde este blog acaba, começa o outro, pronto não se perdeu tudo, tenham calma, eu sei que a paciência é uma virtude em vias de extinção.
Ok, ok, já cá não está quem blogou!



sexta-feira, Maio 27, 2005

Novo design

Resolvi mudar a cor ao blog. Fica mais sóbrio e fácil de ler. Apesar de os posts terem ido todos parar lá abaixo...

sexta-feira, Maio 20, 2005

Dinheiro a rodos

Exemplos de como se gasta dinheiro em Portugal:

Negócios sujos
http://dossiers.publico.pt/dossier.asp?id=1440
Emprego para amigos e familiares
http://dn.sapo.pt/2005/05/19/media/tribunal_contas_detecta_irregularida.html
Crédito
http://www.diarioeconomico.com/edicion/noticia/0,2458,633705,00.html
Reformas milionárias para ex-governantes
http://www.diarioeconomico.com/edicion/noticia/0,2458,538314,00.html

E já lá vão 10 anos...

Como reduzir o défice

Basta que os ministros e altos cargos da Função Pública, Banca e Multinacionais contribuam com 10% dos seus ordenados.

terça-feira, Maio 17, 2005

Antes que o fechem...

A internet é o maior instrumento de liberdade de expressão que existe. Obviamente com gostos para tudo e conteúdos impróprios para alguns públicos, como as crianças, por exemplo. Também é preciso ter espírito crítico e saber destrinçar entre o que é um facto e o que se pode tornar mera especulação. Leiam antes que feche e tirem as vossas conclusões.

quarta-feira, Maio 11, 2005

Pessoal da Ganza

Depois do Ivo, vem o Zé...

Hotéis livres de impostos? Cria uma Fundação...

Até fico de olhos em bico!

I can't get no satisfaction

Estes gajos não se cansam?

Boas Notícias

O Expresso traz hoje boas notícias:
  • Salvaram-se os 2600 sobreiros que Nobre Guedes queria abater junto com o BES para construir um empreendimento turístico
  • Ivo Ferreira safou-se
  • Central nuclear encerrada na Alemanha

Agora vou ler os outros para comparar...

segunda-feira, Maio 09, 2005

Plano B

O Governo prepara-se para a caça ao contribuinte da Segurança Social. O plano é ambicioso e, como sempre, recheado de erros crassos. Com a aprovação das centrais sindicais "Yes Minister".
Esta é a carta que vou enviar ao Sr. Ministro, um dia destes...

Exmo. Sr. Ministro,

Sou trabalhadora independente, ou antes, faço uns "biscates" que vão dando para os gastos, sem direito a subsídio de desemprego, nem baixa por doença, pois paguei sempre o mínimo por não ganhar o suficiente para o regime alargado. Trabalho quando há trabalho e o meu rendimento varia muito por duas razões: falta dele e/ou falta de pagamento dos clientes. Acresce a isto que se trata de uma família monoparental, ou seja, cá em casa só há um rendimento para duas pessoas e isso pesa muito nas minhas contas, mas não nas suas.
Até dada altura paguei a segurança social. 25% do meu rendimento foi entregue a uma instituição que nunca me protegeu socialmente com subsídios porque não tenho esse direito e que cobrava, independentemente de haver ou não rendimento mensal. Fui chamada para cursos de formação onde era obrigada a deixar o meu trabalho para me integrarem não sei bem em quê porque no final não haveria emprego. Resultado: continuei a trabalhar por conta própria porque tenho que pagar as contas e educar a minha filha e não posso perder tempo em cursos inventados para se entreter as pessoas. Então eu ia deixar de dar as minhas aulas para estar num curso onde recebia uma miséria? Sim, eu dou aulas, além de outras coisas e, se for preciso, também sei lavar escadas.
Os trabalhadores independentes não são todos profissionais liberais médicos ou advogados, são os chamados "recibos verdes", os precários. Nas contas da SS entram apenas os rendimentos, ninguém soma as despesas de casa, educação, saúde ou seja o que for. O Sr. Ministro acha mesmo que eu vou deixar de comer ou pagar a casa para contribuir para um sistema que não me garante nada? Sr. Ministro, eu tenho é que continuar a trabalhar e se me acontecer alguma coisa, acciono o seguro de acidentes de trabalho, obrigatório para os independentes. Esse sim, paga-me o ordenado. Se a coisa for mais grave, também tenho um seguro de vida, obrigatório na compra de casa.
Quanto aos sindicatos, ainda trabalhei para a CGTP a recibos verdes numa entidade apoiada por um programa do Fundo Social Europeu e agora vêm eles dizer que os independentes estão a roubar aos por conta de outrem? É preciso ter lata...

sábado, Maio 07, 2005

Chamada em espera

Já nem sei a quem hei-de telefonar. Aderi a uma campanha em que hoje posso ligar a quem quiser de graça, desde que seja da minha rede. Vai daí já liguei a uma data de gente. Entretanto, tenho outra data de gente a ligar-me. Só espero não ficar sem bateria... e com um tumor no cérebro!

quarta-feira, Maio 04, 2005

Chiquitita, you and I know...

Numa onda revivalista, fui ver o "Mamma Mia" e agora tenho a certeza que a memória afectiva ainda não foi apagada da unidade central. Ainda cá está o Festival da Canção, as letras e as coreografias, as músicas do lado B do disco que ninguém ouvia e que agora voltam á baila no espectáculo, a zanga dos dois casais de suecos que iniciaram o swing e nunca mais se puderam ver á frente, etc, etc
A minha filha estava siderada tal como eu quando tinha a idade dela. Junto da família VIP, as avós, as tias e as primas VIP lá perderam o ar enjoado quase no fim e dançaram e bateram palmas. Esqueci-me foi de olhar para trás e ver se o Bagão Félix também estava de braços no ar. Mamma mia, Here I go again, How can I resist you? Preparem-se porque este Verão vai ser insuportávelmente Abbanado.